domingo, 10 de julho de 2011


ATO CRIADOR
 
Imagens surgem na mente.
Inicialmente meio indefinidas
Em meio a um nevoeiro de preocupações.
Gradativamente, tornam-se nítidas,
Agora já consigo identificá-las
Pois meu sorriso não se engana.

A sensação gostosa das lembranças
Principia e alimenta a minha inspiração,
E vai dando forma às letras,
Buscando as palavras,
Unindo-as em frases interligadas,
Calcadas numa idéia fixa
Estampadas em meu semblante.
 
Busca-se retratar e definir
Um sentido para  tais presenças.
E  a  amplitude que representam
É o assunto da minha escrita.

Escrever  não é algo mecânico,
É um processo de transformação
Que faz do ato criador
Um momento único e mágico:
Um feto sendo fecundado
E o nascimento de mais um poema....


(Zizi)

Nenhum comentário: